segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Redes sociais fazem jovens viverem como em um zoológico

 
garotinho usando um notebook, computador [Andrey Kuzmin em www.123RF.com]
 
 
As redes sociais estão totalmente integradas à vida dos adolescentes: nesses sites eles interagem com seus amigos, conhecem pessoas novas, expõem suas fotos e também seus vídeos. O fato de muitas informações pessoais – publicadas pela própria pessoa ou por seus amigos -- ficarem disponíveis na web, no entanto, pode fazer com que os jovens vivessem como se estivessem no zoológico. Ou em um circo. Quem define é o psiquiatra britânico Richard Graham, 48, especializado em crianças e adolescentes: "Todos passam, assistem ao que eles estão fazendo e solicitam algo".
 
"A informação publicada sobre você [na internet] é como uma jaula. As pessoas vão dizer isso e aquilo, vão colocar fotos suas e então você estará preso. E tentará controlar isso da forma como pode, mudando seu status, os dados do seu perfil, mas é como brigar com o oceano, onde há muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo", afirmou o especialista ao UOL Tecnologia.
 
Graham lidera desde março de 2010 um serviço de atendimento no hospital Capio Nightingale, em Londres, voltado a jovens viciados em tecnologia. A instituição particular tem diferentes tipos de tratamentos para aqueles que não conseguem se desconectar – entre eles, uma internação em que o paciente passa cerca de um mês vivendo no local, sem acesso a computadores.
 
CLIQUE AQUI e leia o resto da matéria, que inclui uma entrevista com o Richard. E não deixe de ler as outras matérias relacionadas lá – numa delas o mesmo psiquiatra afirma que Excesso de tecnologia esgota o cérebro!!
 
 

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails