quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Hipocrisisa/Religiosidade

O Crente do Paletó Azul

Existia em certa igreja um “crente” que todas as vezes que ia à igreja colocava um paletó azul. Mas quero começar contando sua semana antes de ir à igreja: Todos os domingos, quando acabava o culto e chegava a sua casa e tirava o seu paletó azul, ele tinha brigas infernais com sua esposa e com seus filhos, agredia os meninos porque não o deixavam assistir o seu programa de tv, xingava a esposa porque não fazia as suas tarefas domésticas direito, e assim passava toda a semana. Ao sair de sua casa na segunda para trabalhar, nunca cumprimentava os seus vizinhos porque já tinha brigado com alguns deles. No serviço não media esforço para prejudicar os outros, era o fofoqueiro da empresa, aquele por causa de quem muitos haviam sido despedidos. Ninguém gostava deles por lá, apenas o suportavam. Quando ele decidia falar de Jesus, era motivo de chacota ao invés de serem desafiados por ele e por suas palavras. Eles nunca viram Jesus na vida dele e por isso suas palavras não tinha valor algum.


Quer continuar a ler mais dessa estória? Veja o estudo completo intitulado O Padrão da Hipocrisia – A Religiosidade. Baixe o arquivo completo a partir desse link aqui - site do pastor Jessé Wesley.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails