segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Steve Jobs, o iGod?

 
Continuando com a série de críticas, lições e análises que podemos extrair da vida do fundador da Apple e que têm aparecido aos montes na internet, recomendo agora a tradução de um texto da jornalista Tanya Gold entremeado com comentários do Hélio, de O Contorno da Sombra.
 
Tanya chega a dizer que Jobs é agora a Princesa Diana da América e que sua deificação é o maior triunfo do marketing da Apple. Outro ponto interessante é que apesar de todo o destaque de Jobs/da Apple por sua qualidade, brilhantismo etc. eles foram iguais às outras empresas em outros áreas – exemplo: desrespeito de direitos trabalhistas e exploração de mão de obra chinesa.
 
CLIQUE AQUI e veja o texto do Hélio.
 

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails