terça-feira, 20 de maio de 2008

Judeus e o dia 1º de maio


No dia 1º de maio de 2008 (26 de nissan), enquanto o Mundo inteiro celebrou o Dia do Trabalho, Israel estava lembrando uma data muito triste para o povo judeu, o "Dia de Recordação do Holocausto", que para os judeus se chama Shoah (calamidade) por causa da conotação polêmica que traz a palavra "holocausto" (referindo-se a um sacrifício para Deus - sugerindo que os mortos foram um sacrifício para Deus).

As 09:00 h da manhã em ponto, em Israel, é tocada uma sirene de alarme, e todos, onde estiverem, param suas tarefas e fazem pelo menos cinco minutos de silêncio pelos mortos. Os que estiverem dirigindo devem sair de seus carros. Escolares devem se dirigir aos pátios; o próprio exército de Israel deve suspender qualquer operação nesse momento. Na maioria das comunidades judaicas fora de Israel, as lojas, escolas e outras instituições são fechadas e colocada uma faixa negra nas portas. Qualquer festividade nesse dia deve ser evitada. As bandeiras de Israel são hasteadas a meio mastro. No Rio de Janeiro, esta data é lembrada com 1 minuto de silêncio, na Câmara dos Vereadores.

Segue abaixo, um pouco da História desse período tão negro para o povo judeu, e que tão poucos tem conhecimento hoje, principalmente os jovens.
Mais de 12 milhões de pessoas perderam a vida sob o jugo Nazi da Alemanha de Hitler entre 1934 e 1945 em prisões e campos de concentração especialmente preparados para matar:

* Cerca de 6 milhões de judeus (não eram considerados pelos nazistas como pertencentes à raça humana);

* Cerca de 4,5 milhões de soviéticos (raramente referidos na historiografia oficial - considerados sub-raça - eslava - pelos nazistas);

* Cerca de 1 milhão de comunistas, socialistas, sociais-democratas, democratas-cristãos e sem partido de vários países da Europa ocupada (inimigos do Nacional Socialismo);

* Cerca de 200 mil padres, freiras, pastores e religiosos de diversas denominações (eram considerados pelos nazistas como os "feiticeiros dos céus" - eram considerados subversivos, enganadores e também inimigos do nacional socialismo);

* Cerca de 200 mil ciganos das etnias Roma e Sinti (sub-raça, considerados mistura entre animais e seres humanos);

* Cerca de 75 mil alemães arianos considerados «doentes incuráveis» (deficientes mentais, deficientes físicos, doentes terminais, loucos, mendigos, etc - considerados uma "falha" na perfeição da raça ariana - os nazistas consideraram este ato como um ato de "purificação");

* Cerca de 50 mil homossexuais alemães (enquadrados também dentro dos "doentes incuráveis");

Vocês sabiam...

* que nessa época era exigido pelos Estados Unidos e diversos países da Europa e América Latina, inclusive o Brasil, que os passaportes judeus viessem carimbados com a letra J ? (conforme alegam, para controle de imigração)

* que Cuba recusou terminantemente a entrada de vários navios de refugiados judeus que escaparam da Alemanha ? (O caso mais famoso foi o do navio Saint Louis - estes tiveram que retornar e foram sistematicamente aniquilados)

* que o Brasil expulsou vários judeus para a Alemanha, em secreto, e recebeu diversos nazistas ?

* que somente a Argentina recebeu abertamente aos refugiados judeus (e alguns refugiados nazistas)?

* que os judeus que viviam no Brasil (na época da Guerra - a maioria dos judeus brasileiros vinha da Alemanha e Europa Oriental) foram perseguidos por serem, acreditem, também descendentes de alemães ? (todo alemão era considerado um potencial nazista e os brasileiros não sabiam distinguir entre um alemão e um judeu)

* que vários governos de países europeus, invadidos pelos nazistas, logo após as deportações dos judeus, informavam com "alívio" que seus países "estavam livres dos judeus" ?

* que o Rei da Dinamarca, num ato heróico, pediu que toda a população dinamarquesa cristã usasse a Estrela de Davi ? (todos os dinamarqueses usaram, e muitos a guardam até hoje ... a população judaica da Dinamarca foi a menos agredida e conseguiu sobreviver quase que 100 % - os dinamarqueses foram os que menos baixas tiveram na guerra)

* que um norueguês cristão luterano, também num ato heróico, se mudou para a Suiça e conseguiu do governo norueguês 30 mil passaportes, todos emitidos para salvar os judeus? (Ele declarou ter recebido essa tarefa num sonho dado por Deus; todos os 30 mil que receberam foram salvos, porém o norueguês foi preso pelo governo russo e levado para a Sibéria, onde morreu)

* que os suecos organizaram diversos grupos de salvamento de judeus, "contrabandeando" judeus da Alemanha para a Suécia em barcos, trens e até a pé ? (muitos desses homens e mulheres suecos foram homenageados na Rua dos Justos, uma rua de Jerusalém, onde todos os heróis do Povo Judeu são homenageados com uma árvore plantada com seu nome inscrito nela).

* que os Aliados sabiam da localização de Auschwitz, porém só bombardearam as fábricas alemãs ao redor do campo? (nenhuma câmara de gás foi bombardeada; a única que explodiu foi por mãos dos próprios judeus dentro do campo, num ato de heróismo e desespero)

* que a família Real da Holanda pediu a todos os cidadãos holandeses que ajudassem aos judeus e que não invadissem suas casas abandonadas, pois talvez alguns sobrevivessem ? (nenhuma casa judia foi invadida pelos holandeses, muitos abrigaram judeus durante toda a guerra)

* que uma família inteira de judeus alemães viveu durante toda a guerra numa floresta alemã, vivendo dentro de tocas anteriormente construídas por animais ? (uma parte sobreviveu)

* que o Papa da época, Papa Pio XII (inclusive esse papa está em processo de canonização pelo Vaticano) declarou publicamente que os "judeus estão tendo o que merecem" ?

* que foi lançado, nessa época, na ALemanha, um jogo de tabuleiro de grande sucesso entre as crianças, que se chamava "Juden Rauss !!!" (Judeus, fora !!!) - ganhava aquele que conseguisse "expulsar" o maior número de judeus.?

* que no dia da Páscoa, em toda a Alemanha, os nazistas incentivavam as famílias alemãs a se referir à esta data como "o dia em que os judeus assassinaram ao Senhor" ?

* que os nazistas montaram um Museu de "antropologia" em Berlim onde usavam esqueletos de judeus deformados e com graves deficiências, para provar sua teoria de raça superior ? (esses esqueletos eram obtidos nos próprios campos de concentração, onde as vítimas (geralmente deficientes físicos) eram fervidas ainda vivas e descarnadas em ácido - vejam os filmes e entrevistas com sobreviventes no Shoah - uma entidade fundada por Steven Spielberg ... o site é : www.shoah.org)

* que uma freira alemã, presa num campo e vendo o horror da camara de gas, pediu para ser morta no lugar de uma família inteira de judeus? (ela está sendo beatificada pelo vaticano)

* que as lápides dos cemitérios judeus foram usadas para calçamento de ruas públicas e pior, de calçamento em algumas entradas de campos de concentração ?

* que os alemães se apossaram de obras de arte, contas bancárias, residências, fazendas, lojas, roupas e outros objetos dos judeus ? (quase nada foi devolvido e somente algumas famílias judias sobreviventes conseguiram reaver parte de suas contas bancárias, por terem entrado com ações judiciais contra o Governo da Alemanha, o que foi parcialmente devolvido em contas suíças, na década de 90)

* que há montanhas de objetos expostos nos campos de concentração que nunca foram requeridos pelos seus possuidores ? (porque a mortalidade nos campos passava de 90% - mais de 1 milhão de armações de óculos, milhões de roupas, 200 mil bonecas, milhões de pares de sapatos, milhares de menorahs, quase uma tonelada de cabelo humano, que era usado para forrar travesseiros para os soldados alemães, etc etc etc)

* que diversos membros de uma comunidade evangélica da Alemanha, que vivia perto de Dachau, iam todos os dias próximo a cerca dos campos e jogavam pães, doces e frutas para os judeus ? (dentro desses alimentos iam remédios, páginas da Bíblia, etc ... a maioria foi morta por esses atos que os nazistas chamavam de subversão e aliança com judeus)

* que pastores, padres e freiras "contrabandeavam" carvão para dentro dos campos, pagando somas imensas aos guardas nazistas ? (esse carvão era ingerido pelos doentes e impedia, mesmo que parcialmente, as graves desinterias que assolavam a população dos campos de concentração)

* que diversos pastores evangélicos, padres e freiras foram mortos pelos nazistas por introduzirem Bíblias ou pedaços delas nos campos ? (alguns pastores e padres as comiam envoltas em plástico e depois as vomitavam ou defecavam dentro do campo, para que os prisioneiros tivessem uma esperança em Deus)

* que os rolos da Torá (a lei de Moisés) eram queimados em praça pública e os rabinos eram humilhados e agredidos fisicamente diante de uma população apática e conivente ? (quase todas as sinagogas foram profanadas e destruídas - houve um dia na Alemanha, o Kristalnacht, em que os alemães foram "autorizados" a agredir, depredar e profanar tudo que era judeu ou pertencia aos judeus).

Fonte: VideoAdoração // Imagem de ChristArt

3 comentários:

Anônimo disse...

Gostei do seu post, mas preciso dizer que sobre o Brasil e Argentina a informação foi trocada.
O Brasil recebeu os judeus, a Argentina se recusou e recebeu muitos integrantes do nazismo.
Não quero dizer quem é certo ou errado, apenas quero corrigir o engano.
Abraço

Douglas

Anônimo disse...

E a maioria do povo da Dinamarca era luterana e não cristã, mas sobre o Rei pedir ao povo para usarem a estrela de Davi e assim ajudar de alguma forma o povo judeu, me parece correta.

Abraço de novo!

JT Ollemhebb disse...

Ok, Douglas, obrigado pela observação! Só não faremos correção direta no texto porque ele já veio assim de onde pegamos. Mas deixaremos seus comentários aqui como se fossem 'notas de rodapé'!

Agora, com relação à informação sobre a Dinamarca, luteranos não são cristãos também?

Related Posts with Thumbnails