segunda-feira, 21 de julho de 2008

De Sofredor a Consolador

Muitas vezes não entendemos o porquê de tantas provações. Em alguns momentos da nossa vida cristã, parece que tudo gira em torno de provações, e por muito pouco não chegamos a desistir. Ou até desistimos mesmo! Mas, temos também que confessar: sempre, na hora exata, o Espírito Santo de Deus nos vem, trazendo Paz à nossa alma e coração. E Ele nunca falha!

Como Deus conhece nossas aflições! E por isso mesmo, como tem tratado tão bem de nós! É Ele que nos anima e fortalece. Sem Ele, certamente não conseguiríamos dar sequer um passo... quanto mais, levantar! Se focarmos cuidadosamente as provações, veremos que há um propósito soberano por trás de tudo. As provações nada mais são do que o agir de Deus em nossas vidas, para fazer de nós melhores filhos.

Não deve residir dúvida em nós quanto a isso. Não é correto questionarmos, diante de qualquer situação, a paternidade de Deus. Passamos por provações exatamente por conta dela. Como, e quando, seríamos capazes de consolar outras pessoas se o nosso conhecimento acerca do sofrer fosse apenas teórico? Só quando passamos inteiros pelas provações é que somos nos habilitados por Deus para sermos verdadeiros consoladores.

A dor, o perigo, a desesperança, a indiferença, a frieza, a ira, a mágoa, e tudo o mais, já são nossos "velhos conhecidos"; mas provamos o agir soberano de Deus sobre esses sentimentos, quando Ele cuidou de dissipa-los, um a um. O Apóstolo Paulo afirma que Deus permite que soframos para que aprendamos; uma vez, aprovados, poderemos consolar outras pessoas ( II Coríntios, 1:6). A Palavra de Deus nos diz que "... a tribulação produz perseverança" (Romanos, 5:3).

Pela pedagogia do sofrimento, Deus treina e forma alguns de Seus filhos para serem sensíveis e úteis a outros tantos. Precisamos confiar na direção de Deus, porque neste exato momento, qualquer um de nós pode estar em meio a um aprendizado.

É provável que o Espírito Santo de Deus tenha um ministério de consolação para muitos de nós. Esse é um ministério duro, mas extremamente necessário no nosso meio. O Senhor é Soberano em Seus desígnios, Dono incondicional das nossas vidas. Por isso, perseveremos em Sua Boa Vontade.

É muito fácil, para quem nunca sofreu, distribuir palavras de conselho, mas palavras de conforto fluem naturalmente da boca de verdadeiros consoladores.

Em Cristo
Ricardo César Vasconcelos - Igreja Presbiteriana Unida da Penha - RJ
http://www.ipupenha.org.br/
Pego no site: Pão quente diário – http://www.paoquentediario.com.br/

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails