quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

A nossa mente, a mente de quem?

Fez parte do tema do retiro da UMADF deste ano a mente de Cristo.
 
Sem querer reproduzir aqui tudo o que foi falado a respeito do assunto, mas querendo sim compartilhar algo, busquei na net textos que pudessem fazer uma síntese do que se entende por mente de Cristo. Descobri que há muitos textos dissertando sobre o assunto; e alguns até divergem da idéia que pode ser tomada como central. Mas esse texto reproduzido abaixo me pareceu ser bem direto e sucinto. Vejam só.
 
 
A Mente de Cristo

beautiful blond girl's eyes closeup. selective focus

Longe de tentar subjugar pela ameaça e pelo medo, o que se vê nos mandamentos do Senhor (anunciados pelo próprio Jesus e também pelos apóstolos) é o incentivo para que desenvolvamos em nós o que todo aquele que está em Cristo já recebeu, ou seja, a própria mente de Cristo (I Coríntios 2:16).

Para isso é que os apóstolos (os verdadeiros) - numa linguagem firme, mas amorosa – rogam que:

acatemos, consideremos, aceitemos, perdoemos, busquemos, participemos, aconselhemos, admoestemos, cresçamos, renovemos, recebamos, amparemos, consolemos, suportemos, dividamos, evitemos, deixemos, rejeitemos, despojemo-nos, revistamo-nos, sigamos, anunciemos, façamos, edifiquemos, persistamos, amemos, falemos, compartilhemos, alegremo-nos, regozijemo-nos, oremos, intercedamos, louvemos, glorifiquemos, caminhemos, creiamos, libertemos, confiemos e vivamos.

O objetivo de tudo isso é remover o véu legalista que nos mantém na cegueira religiosa e farisaica e, em um processo gradual, que deve ser sempre crescente (Colossenses 1:9-10; II Pedro 3:18), ensinar-nos a enxergar com os olhos do Espírito, sem o véu da Lei (II Coríntios 3:12-18).

Fonte: Fernando Carlos em "A Morte da Lei" via Verdades: Nuas e Cruas

Mais coisas vêm por aí.

JT Ollemhebb

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails