segunda-feira, 2 de março de 2009

Governo diz que 99% de seus cidadãos são “homofóbicos”

E que governo? O nosso!
 
Vê só.
 

BRASÍLIA, 13 de fevereiro de 2009 — O governo brasileiro determinou que 99% de seus cidadãos são “homofóbicos” e portanto precisam ser reeducados, de acordo com o jornal O Globo.

Os resultados são de um estudo que testou o nível de “homofobia” da população, perguntando às pessoas que comentassem acerca de tais declarações como “Deus fez o homem e a mulher com sexos diferentes para que cumpram seu papel e tenham filhos”. Os 92% de brasileiros que concordaram parcial ou completamente com essa declaração foram rotulados de “homofóbicos”.

Outra pergunta no teste de “homofobia” foi: “A homossexualidade é um pecado contra as leis de Deus”. Cinqüenta e oito por cento dos brasileiros concordaram.

Aqueles que concordaram parcial ou completamente que “A homossexualidade é uma doença que tem de ser tratada” (41%) foram também rotulados de “homofóbicos”, assim como aqueles que objetaram a beijos e abraços de homossexuais em público (64%).

De acordo com o jornal O Globo, o governo federal do Brasil usará os dados para “planejar novas políticas, e alerta que já detectou um desdobramento sombrio de tanto preconceito: a intolerância.” O estudo foi realizado por uma organização ligada ao Partido dos Trabalhadores, que atualmente ocupa o poder executivo e predomina no poder legislativo.

“Não há como [o governo] não se envolver, porque a intolerância tem se manifestado em crimes, inclusive cometidos por agentes de Estado”, disse Paulo Biagi, coordenador do Brasil Sem Homofobia, programa oficial do governo Lula.

Biagi diz que o governo agora começará a “rearticular” a defesa de seu projeto de lei “anti-homofobia”, que tornará crime criticar a conduta homossexual no Brasil.

Além disso, o governo estará lançando o Plano Nacional de Promoção da Cidadania LGBT em maio. O governo também iniciará, juntamente com dez outros países latino-americanos, uma campanha televisiva para combater a “homofobia”.

“O que é de admirar é como uma população que é 99% contra o homossexualismo aceita de forma passiva e calada que um governo 100% a favor do homossexualismo eleve as práticas homossexuais a nível de sacralidade inviolável”, escreveu o ativista pró-família Julio Severo em seu blog Last Days Watchman, “enquanto rebaixa 99% da população à categoria de ‘ralé ignorante’ que deve ser sumariamente condenada a políticas estatais de reeducação”.

Fonte: LifeSiteNews via Julio Severo [Lá no site do Julio tem links pra outras notícias correlatas]

2 comentários:

Anônimo disse...

Ok, se o governo diz que 99% são homofóbicos, e as orghanizações gays apoiadas por ele dizem que 10% da população é homossexual, temos a conclusão lógica de que 9% dos homofóbicos são homossexuais, ou seja, gays que odeiam gays.

Será que isso já não basta para ver o disparate dessa conversa?

JT Ollemhebb disse...

Pois é, as incongruências do discurso desse pessoal são grandes!

Agora, só um pedido... não precisa fazer comentários anônimos aqui no blog, OK? Não vamos perseguir ninguém por causa de opinião.

Related Posts with Thumbnails