terça-feira, 12 de maio de 2009

Amy Grant - O Legado


Amy Grant já vendeu mais de 30 milhões de álbuns em todo o mundo. Ela alcançou sucesso sem precedentes como artista cristã contemporânea. Nos EUA, Grant recebeu nove álbuns de platina, seis prêmios Grammy e 21 Gospel Music Association Dove Awards. Ela é bem conhecida como o pioneiro cantor cristão cujo sucesso no mainstream rádio abriu portas para outros artistas cristãos. Grant foi homenageada com o seu nome na lendária calçada da Fama em Hollywood, fazendo dela a única artista com raízes na música cristã contemporânea, exceto Andrae Crouch, a receber tal honraria.

Se você quiser saber um pouco mais sobre a vida da Amy Grant, basta escutar suas canções. Desde a primeira vez que pegou numa guitarra na adolescência, para cantar para os amigos na escola, até o último álbum lançado, Amy usa a música para compartilhar sua história. Neste processo, tornou-se um ícone da música cristã e também da música pop mundial...

Amy Grant nasceu em Augusta, Geórgia, durante a residência médica de seu pai. Ela ainda era um bebê quando a família retornou a Nashville. A mais jovem de quatro filhas, Amy e as irmãs (Mimi, Kathy e Carol) cresceram em uma casa com lealdade familiar forte e de fé religiosa fervente. Na igreja, ela aprendeu os hinos e histórias que inspirariam a vida e a música dela.

Como uma história de Hollywood, a entrada de Amy Grant na música começou enquanto ela trabalhava meio expediente varrendo chão e desmagnetizando fitas em um estúdio em Nashiville. O amigo dela, o produtor, Brown Bannister, permitiu que ela gravasse uma fita de suas canções que ela queria dar para sua família.

O produtor da Word Records ouviu as músicas e disse ter achado um talento novo dentro de Nashville. Ele tocou a fita no telefone para os executivos da gravadora ouvirem. O contrato dela foi quase que imediatamente assinado aos dezessete anos de idade.

Em 1978 ela lançou seu primeiro álbum intitulado “Amy Grant”, e depois não parou mais. Foi um sucesso atrás do outro, e até hoje é assim.

No final da década de 90 a vida de Amy Grant ficou meio conturbada. Foi anunciada sua separação do cantor e compositor Gary Chapman com quem esteve casada desde 1982 e tiveram três filhos. Diante disso, surgiram boatos de que ela teria se afastado do Evangelho e que não gravaria mais músicas cristãs.

Tudo superado, em 2000, Amy Grant casou-se com o também cantor e compositor Vince Gill e um ano depois tiveram uma filha, a Corrina.

As canções de Amy fogem dos padrões tradicionais e usuais de letras distas gospel e é exatamente isto que faz sua música ser tão singular e forte. Quando questionada por que várias de suas canções não citam Deus diretamente, ela declara: “Não vivo só em espírito mas por ter uma alma e viver em um corpo físico, acredito que ao falar de coisas ligadas ao corpo (sentidos) e a alma (sentimentos), e não somente de coisas ligadas ao espírito, não estou deixando, enquanto cristã confessa, de louvar a Deus. Busco a liberdade de poder escrever a respeito de tudo relacionado à minha vida e a experiências tanto com Deus, quanto com o próximo e comigo mesma".

A sua música é um verdadeiro legado para os cristãos de todo o mundo. Então veja e ouça Amy Grant no Som do Mural.





Amy Grant: Official Website

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails