quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Igreja meretriz?


Há algum tempo atrás li um artigo no blog do Sandro Baggio e gostaria de compartilhar com vocês. O texto trata de alguns conceitos sobre igreja e a relevância desta para as nossas vidas.

Abaixo estão alguns conceitos sobre a igreja para nos fazer pensar e (espero eu) chegar a um equilíbrio saudável:

“Parece-me que Deus poderia rodear-nos de anciãos ao trazermos nova energia a um corpo envelhecido, mas estes anciãos necessitarão de uma tremenda coragem para sonhar novos sonhos e permitir que uma nova geração cometa seus próprios erros. E a nova geração da igreja necessitará de muita humildade para ouvir a sabedoria de nossos anciãos e saber que podemos aprender com os erros de outros.”

“Há muitos sinais de esperança, caros amigos, e não apenas dentro do underground cristão… Por isso não podemos permitir a nós mesmos nos separar da igreja numa auto-justiça cínica. Isso é fácil demais e vazio demais. Àquelas comunidades que se separaram da igreja estabelecida, por favor, construam pontes, pois a igreja precisa de sua voz profética. Nós podemos fazer mais juntos do que sozinhos.”

“Se você tem um dom de frustração e um senso profundo de que o mundo está um caos, agradeça a Deus por isso; não é todo mundo que tem o dom de visão. Isso significa também que você tem a responsabilidade de nos liderar a novos caminhos. Reconhecer que algo está errado é o primeiro passo em direção a mudar o mundo. Então para aqueles dentre nós que quase desistiram da igreja, que possamos ser confortados com as palavras de Santo Agostinho: A igreja é uma meretriz, mas ela também é minha mãe. Ela é uma confusão e tem muitos filhos ilegítimos. Mas ela é também nossa mãe, dela nascemos e ela nos deu o suficiente da verdade para que possam fazer perguntas…”

“Certa vez ouvi um pastor dizer: A igreja é como a Arca de Nóe. Ela fede, mas se você sair dela, você irá se afogar. Nós somos a igreja. Se ela fosse perfeita, nós iríamos estragá-la no momento em que nos uníssemos a ela. Então que tenhamos um pouco de graça, até mesmo para com aqueles cristãos e pastores que nos causam náusea e nos fazem dormir. Afinal, eles têm nos dados o bastante da história que fomos capazes de chegar a Deus e à comunidade.

Um amigo me disse que talvez devêssemos nos relacionar com a igreja como a uma mãe problemática. Nós a honramos, nos submetemos e a amamos. Mas não permitimos que ela destrua aqueles que amamos com seus problemas. Nós reconhecemos que nossa beleza e nossas feridas são inseparáveis dela. O Criador e a igreja são nossos pais e ter um sem o outro deixa-nos muito vazios. Ainda que nossa mãe possa ter muitos filhos ilegítimos, nós a amamos mesmo assim.”

(Shane Claiborne, The Irresistible Revolution, p. 353-355).

A Igreja é a Noiva de Cristo. A Igreja é uma meretriz. Cristo ama Sua Noiva (ainda que ela tenha sido infiel para com Ele muitas e muitas vezes). Será que ouço nisso ecos do profeta Oséias?


Sandro Baggio

Fonte: http://www.sandrobaggio.com

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails