terça-feira, 2 de março de 2010

Sagrado (96º episódio): Cristãos católicos

Quinto episódio tratando do tema Fome versus vontade de comer. O padre Antonio Manzatto está de volta para responder às perguntas:
1) Com a exploração do homem pelo homem, surgem as desigualdades sociais. Enquanto alguns acumulam riquezas, outros sofrem a falta de bens básicos para sobreviver. Muitas vezes, a própria religião é acusada de promover a desigualdade. O que a religião fez e pode fazer para transformar essa realidade?
e
2)  Por que Deus criou seres como nós, com desejos insaciáveis que geram sofrimento e ameaçam nossa sobrevivência?
 
Oscar Magrini cita um provérbio chinês: “Sempre fica a fragrância na mão daquele que oferece uma rosa”.
 
 
 
 
 
 
Essas perguntas da série são meio estranhas, meio falaciosas e tendenciosas. Por que se usou ‘muitas vezes’, e não ‘há casos em que’ na afirmação que antecedeu lá a primeira pergunta? Será que existem realmente exemplos tão abundantes da religião promovendo a desigualdade? É uma coisa a se questionar!
 
Ao responder à segunda pergunta, o padre perdeu uma grande chance de agir também em defesa da fé cristã. Ele poderia afirmar que Deus não nos criou com desejos insaciáveis que geram sofrimento e ameaçam nossa própria sobrevivência, mas que Ele nos fez perfeitos e que as imperfeições vieram com a queda, com o fato de passarmos a ter uma natureza corrompida, tendenciosa ao pecado. Há pessoas nesse Brasilzão, que é um país de maioria cristã, que não sabem disso; acham que o homem tem todos esses problemas (causados pelo pecado) porque Deus nos quis fazer assim mesmo. O padre devia ter defendido mais a fé cristã em sua palavras.
 

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails