sábado, 31 de outubro de 2009

Planeta Orgânico

As verduras, frutas e legumes que estão em nossas mesas todos os dias estão infestados de agrotóxicos e sabe lá Deus mais o quê, além do perigo (?) de ainda poderem ser transgênicos. Assim, já não é mais saudável comer certas frutas ou legumes com a sua respectiva casca, pois certamente, mesmo depois de lavados, essas partes ainda conservarão resquícios de agrotóxicos.
 
Como alternativa aos produtos envenenados existem os produtos orgânicos. E eles têm um site dedicado ao assunto, o Planeta Orgânico, onde você fica sabendo mais sobre agroecologia, pecuária orgânica, dicas de consumo, legislações e encontra trabalhos de pesquisa não só na área de orgânicos mas também em área ligadas à mesma.
 
 
Conheça os 17 alimentos brasileiros mais contaminados por agrotóxico.
 
 
Para esclarecer o embate produtos orgânicos x produtos comuns o Planeta Orgânico apresenta um vídeo adaptado do original, em inglês, mas com legendas em português, que faz uma paródia do Star Wars chamada Store Wars (Guerra nas Lojas). No vídeo, Obi Wan KenObi é Obi Wan Canoli e Mestre Yoda é Mestre Yogurt só pra citar uns exemplos. :-)))
 
 
Store Wars image

Cartaz do Store Wars

Uma das telas do vídeo. Clique na imagem para assistir.

 
 
O Planeta Orgânico tem até seções mostrando quem produz, quem certifica, quem vende produtos orgânicos no Brasil e também uma lista de restaurantes que utilizam produtos orgânicos, separados por estado/cidade.
 
É uma coisa da qual vale a pena se inteirar, viu?!!
 
Pra finalizar, clique no Continue lendo e veja algumas dicas de Como diminuir os resíduos de agrotóxicos em sua alimentação extraídas do Planeta Orgânico.
 
1. Lave legumes, verduras e frutas numa solução suave de detergente e água pura ou em mistura de água e vinagre. Deixe-os de molho de 15 a 20 minutos e enxague-os cuidadosamente.
 
2. Em alguns casos, frutas e legumes podem receber uma camada de cera para que não percam a umidade e murchem. Esta cera também contém substâncias fungicidas e bactericidas para evitar o aparecimento fungos e de bactérias. Ex.: maçãs, pimentões, berinjelas, grapefruits (toranjas), melões, nectarinas, pêssegos, etc.. Para eliminá-la, sempre que possível, descasque legumes e frutas. Você perderá algumas vitaminas contidas na casca, mas em compensação terá uma alimentação mais segura.
 
3. Procure usar sempre legumes, verduras e frutas da safra, pois possuirão menos defensivos e hormônios.
 
4. Legumes muito grandes, produzidos convencionalmente, podem ser resultado de adubação e estimulantes artificiais.
 
5. Dê preferência aos produtos nacionais, ao invés dos importados. Frutas e legumes produzidos localmente não requerem tantos pesticidas como aqueles que percorrem longas distâncias e são armazenados por longos períodos de tempo.

6. Resíduos de pesticidas e outros produtos químicos tendem a se concentrar nos tecidos gordurosos dos animais. Diminuir seu consumo reduz a ingestão de agrotóxicos. Ao preparar qualquer vaca, carne, frango, porco, etc. procure retirar toda a gordura e pele. Escolha laticínios com baixo teor de gordura, prefira leite desnatado e queijos magros.
 
7. No Brasil, dentre os produtos agrícolas que mais recebem agrotóxicos, destacam-se o tomate, a batata inglesa, o morango e o mamão papaia. No caso da produção de uva Rubi e Itália, em São Paulo, são feitas até 40 aplicações de produtos químicos, da brotação até a colheita.
 
8. Os consumidores não devem parar de consumir frutas ou verduras; estas informações se destinam a levar maior conhecimento do que ocorre na produção de hortigranjeira e dar-lhe uma visão mais crítica ao escolher o que vai a sua mesa.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails