quarta-feira, 14 de outubro de 2009

O crescimento da igreja evangélica e o genuíno despertamento espiritual - introdução

Primeira parte de uma série de artigos do Rubens Muzio onde ele analisa o crescimento da igreja evangélica brasileira.
 
 
 
Richard Wong [CreativeMYK.com]
 
 
Neste artigo, estuda-se o crescimento da igreja evangélica como sendo um dos indicadores de um genuíno despertamento espiritual. Para isso, cinco abordagens são oferecidas para análise, a saber: (1) a dialética de uma espiritualidade carnal ou de uma carnalidade espiritual, cuja ênfase recai sobre as experiências cristãs e humanas; (2) o problema das conversões superficiais que originam um tipo de subcristianismo, ou seja, um evangeliquês sem consciência de pecado; (3) a ênfase no emocionalismo e na experiência mística, cuja busca é pelos fenômenos; (4) a esterilidade evangélica atual como conseqüência da ausência de frutos; e (5) a desenfreada busca pelos modelos milagrosos ou por chaves mágicas que fazem a igreja crescer. A conclusão é que a igreja evangélica brasileira vive um despertamento espiritual porque está crescendo!
 
Introdução
 
Nos dias 19 e 20 de março de 2007, o Datafolha1 realizou uma pesquisa religiosa comprovando aquilo que todos nós já sabíamos: os evangélicos continuam crescendo em quase todo o Brasil: eles são 22% da população brasileira! Interessante notar que nesta pesquisa, eles foram subdivididos apenas em dois grupos: evangélicos pentecostais (17%) e evangélicos não-pentecostais (5%), o que comprova mais uma vez que a grande maioria (quase três quartos) da igreja evangélica é fruto do movimento carismático e pentecostal.
 
 
Clique aqui para ler o restante deste texto no Irmãos.com
Foto de Richard Wong em CreativeMYK
 
 
 
Veja também:

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails