terça-feira, 1 de dezembro de 2009

A internet torna as pessoas anti-sociais?

por Bruno Roberti
 Beautiful young girl sitting in a meadow and working with her laptop computer [János Gehring em www.123rf.com]
 
 
Os viciados em internet já não são os mesmos de antigamente, que eram considerados isolados da sociedade e do mundo real. Pelo menos é o que aponta um estudo realizado com 2.512 usuários adultos da web.

Segundo relatório da Pew Reserach Center, apenas 6% da população adulta dos Estados Unidos não tem com quem discutir assuntos importantes ou significativos em suas vidas. A evidência, de acordo com a empresa, sugere que o isolamento das pessoas não tem relação direta com o uso da web.

Algo que contribuiu para a integração na sociedade foram as redes sociais. Segundo a pesquisa, usuários que compartilham dados e fotos online são mais propensos a acreditar em alguém e a discutir assuntos com outras pessoas.

Um dado interessante é que 61% dos entrevistados disseram conversar com vizinhos pelo menos uma vez ao mês. Outro número expressivo é que 72% dos blogueiros afirmaram que pertencem a uma associação local ou voluntariado.

Para completar o estudo, a Pew Research divulgou outros números: 45% dos usuários de internet são mais propensos a visitar um café; 52% vão à bibliotecas; 34% comem em restaurantes fast-food; 42% se divertem em parques; 40% visitam bares e 36% frequentam alguma instituição religiosa.

Os números comprovam que usuários de internet não são anti-sociais, não é mesmo?
 
Fonte: GIGABLOG, o blog da Redação do UOL Tecnologia; foto de János Gehring em 123 Royalty Free
 
 
 
Veja também:
Bíblia em áudio [pra você ouvir no seu PC]
O Teorema de Thomas [uma curiosidade curiosa]

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails